Glossário

Neste glossário você será capaz de encontrar os termos normalmente utilizados na área econômica ou que tenham relação com o mercado cambial. Eles são, em sua grande maioria, originados da língua inglesa.

Índice
A B C D E F G H I J K L
M N O P R S T U V W Y

A

Acordo de Bretton Woods: Em Julho de 1944, os 44 países-membros se reuniram em Bretton Woods, estado de New Hampshire, EUA. Nessa reunião após a Segunda Guerra Mundial, foi acordado que não apenas o ouro serviria como moeda internacional mas, também, o dólar americano. Conhecido também como Regime do FMI.

Acordo de Kingstone: Os principais países desenvolvidos adotaram o sistema de câmbio oscilante em 1973 porém, em janeiro de 1976, foi aberta uma reunião do FMI em Kingstone, Jamaica, onde formalizaram a regra de câmbio oscilante e extinguiram o ouro como moeda de liquidação.

Acordo de Louvre: Acordo realizado para a estabilidade no câmbio, em 22 de fevereiro de 1987, pelo G-7, no Louvre, Paris. Após o acordo de Plaza em Setembro de 1985, o dólar caiu de 240 ienes para 150 em 2 anos, e foi acordado que uma evolução da desvalorização brusca do câmbio não era desejável. Com base nesse acordo o Japão iniciou uma política de afrouxamento monetário em grande escala, porém, com o aumento do déficit da conta-corrente americana, o dólar continuou se desvalorizando até que chegou ao Black Monday, em 19 de outubro de 1987. Como conseqüência, foi um dos fatores que provocou o estouro da bolha financeira do Japão.

Against: Situação de prejuízo em relação a posição que está sendo mantida e o preço do mercado. Quando está na margem de lucro se diz “Favor”.

Amount: Relacionado ao mercado de câmbio, indica o volume ou quantidade monetária operada.

Arbitrage (Arbitragem): Investimento de arbitragem. Consiste em aproveitar a diferença de valores de dois mercados diferentes e tirar proveito da diferença de preços. Por exemplo: o valor de câmbio em espécie e o valor de câmbio futuro, o investidor faz a venda do valor mais alto e compra do valor mais baixo.

Ask: No mercado cambial é considerado o valor de venda ou valor exposto para venda. A parte que responde (cliente) equivale ao valor de compra. Quando são dados os dois valores simultaneamente, corresponde ao valor mais alto. Veja também Offer. Ao contrário Bid.

Asset: Capital financeiro, patrimônio. Conta-corrente, empréstimos, títulos, etc...

Asset Approach: Relacionado à lei de oferta e demanda de acordo ao volume de reserva, é um dos responsáveis pela oscilação cambial. Ter juros como alvo.

AUD: Dólar Australiano, Australian Dólar. Em 1988 a moeda da Austrália foi a primeira do mundo a não utilizar papel e sim polímero em sua composição, atualmente todas as notas são feitas desse material.

TOP

B

Balança Comercial: Balança de entrada e saída de produtos do país. A balança comercial pode apresentar superávit ou déficit, e ainda, dependendo ao aumento/diminuição do superávit ou aumento/diminuição do déficit, também causa influência na cotação das moedas. Sob a oscilação cambial, mesmo que ocorra um desequilíbrio momentâneo entre a balança comercial entre 2 países, com a alta da moeda do país que possui o superávit, o poder de competitividade dos produtos produzidos por esse país cai diminuindo o superávit, levando a pensar que funciona um mecanismo de ajuste do desequilíbrio comercial.

Bear Market: Cotação fraca. Movimento único de desvalorização. Bear significa Urso e nasceu a partir da imagem de que o urso tem o movimento de ataque com as patas de cima para baixo. Ver Bull Market.

Beige Book: Livro Bege. Informação da economia fornecida pelos Fed´s regionais. Conteúdo das informações dos Fed´s regionais reunidas pelo Fed. É anunciado na quarta-feira, duas semanas antes do FOMC. Devido à cor bege do relatório é chamado de Livro Bege.

Bid: Valor oferecido a ser comprado pelos bancos. Ver Offer.

Big Mac Index: Índice Big Mac. Baseado na Teoria da paridade do poder de compra, utiliza o valor de venda do Big Mac como referência, uma vez que esse produto do Mac Donald`s é comercializado em mais de 100 países. Iniciou com um anúncio na revista inglesa de economia “Economist”. Considerando a conversão do valor do Big Mac, o preço deveria ser o mesmo, ajustado ao valor do câmbio. O Late do Starbucks (Café expresso com leite) também é utilizado da mesma forma pela revista “Economist”.

BIRD ou IBRD: Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento, ou, International Bank for Reconstruction and Development. Também conhecido como banco mundial. Procura manter a ordem e ajuste da economia de países em dificuldade ou empresas públicas no longo prazo. Atualmente proporciona o financiamento para aumentar o desenvolvimento, como principal atividade. Fundado em dezembro de 1945 e sediado em Washington.

BIS (Bank for International Settlements): Banco de compensações internacional. Instituição internacional de financiamento para os bancos centrais de cada país. Sede em Basileia, Suíça. Criado após a primeira guerra mundial para resolver harmônicamente a indenização devida pela Alemanha, em 1930. Na segunda guerra mundial foi ajustado para uma política financeira internacional entre os bancos centrais.

Black Monday: Segunda-feira negra. Referência a grande queda apresentada pela bolsa de Nova Iorque na segunda-feira, 19 de outubro de 1987. O índice Dow Jones caiu 508 dólares em 1 dia, sendo maior que a queda da quinta-feira negra (Black Tuesday) de 29 de outubro de 1929. Queda influenciada pelo déficit gêmeos americano, e pela preocupação em relação à inflação ocasionada pela queda do dólar. A queda das ações provocou a queda nos mercado de Tóquio, Londres, Frankfurt, etc. No dia 20 de outubro o Índice Nikkei caiu 3836 ienes (14.9%), queda nunca acontecida na história. A recuperação do Japão continuando a política de relaxamento econômico, desencadeou o estouro da bolha econômica.

Bloomberg: Provedora de informações financeiras e econômicas. Em 1981 Michael Bloomberg saiu da Solomon Brothers e fundou a Inovative Market System. Em 1986 mudou o nome para o atual “Bloomberg L. P.”. Conta com mais de 150 mil usuários em 100 países, oferecendo o serviço de informações em terminais, além de aproximadamente 8.000 funcionários. Michael Bloomberg nasceu em 1942 em uma família de classe média, e conseguiu o diploma de MBA na Universidade de Havard. Em 1966 entrou na Solomon Brothers. Assumiu a Prefeitura de Nova Iorque em 2002.

BoE (Bank of England): Banco Central Inglês. Foi fundado em 1694. Constituídas as regras especiais de banco em 1844, foi considerado um modelo para os bancos centrais de cada país. Posteriormente foi criado o Comitê para decisão de Política Monetária (MPC).

BoJ (Bank of Japan): Banco Central Japonês. Fundado em 1882 (Meiji 15). O Banco do Japão têm as 3 funções básicas de Banco de emissões, Banco dos bancos e Banco do governo. Único responsável por toda emissão de dinheiro assim como de seu recolhimento em caso de sujo, rasgado ou ilegível. Retêm todos os depósitos da população, além de negociação de títulos, bônus, etc. Os bancos privados mantêm uma conta de depósito no Banco do Japão, daí o nome de Banco dos bancos. Pelo poder de manter as reservas do governo, reserva de ouro, serviços relacionados àos títulos e serviços no mercado de câmbio, é chamado de Banco do governo.

BRICs: Denominação feita pela empresa Goldman Sachs em um informe destinado aos investidores no outono de 2003 utilizando as iniciais de 4 países, Brasil, Rússia, Índia e China. Segundo a previsão, o montante econômico desses 4 países deverá ultrapassar o total dos 6 países mais desenvolvidos atualmente (Estados Unidos, Japão, Alemanha, França, Inglaterra, Itália), em 2039.

Broker: Empresa que intermedia as transações entre as instituições financeiras.

Bull Market: Cotação forte. Movimento único de valorização. Bull significa Touro e nasceu a partir da imagem de que o touro tem o movimento de ataque com o chifre de baixo para cima. Ver Bear Market.

TOP

C

Cable: O nome correto é Sterling Pound e significa Pound de Prata Pura. Pound era uma unidade de peso usada na Roma Antiga (Pondus). Por volta do ano 760, 1 Pound (Libra) de prata era possível fabricar 240 Penny. Em 1816 se iniciou a fabricação de cédulas e assim foi eliminado o uso da prata porém foi mantido a unidade de peso cujo símbolo era “L” e transformado em “£”. A partir de meados do século 19 foram iniciadas as operações de transmissão eletrônica via “Cabo” para cotações atravessando o Oceano Atlântico, sendo esse motivo que a Libra Esterlina também é chamada de “Cable” no mercado de câmbio.

CAD: Canadian dollar. Dólar canadense. Moeda usada no Canadá, segundo maior país em extensão do mundo, atrás somente da Rússia. Mantêm um superávit fiscal desde 1997 por 7 períodos consecutivos. Há também uma boa previsão para 2005 com os rendimentos pessoais aumentando e demanda interna estável pelos consumidores, e perspectiva de crescimento econômico na margem de 3%. A inflação também se mantém estável em níveis de 2%.

Call option: Direito de comprar determinada mercadoria por um preço definido. Put option é o direito da venda.

Cash Buying Rate: Cotação em que é comprada a moeda em espécie pelo banco.

Cash Market: Mercado que opera com dinheiro vivo (espécie).

Cash Selling Rate: Cotação em que é vendida a moeda em espécie no banco para os clientes.

Cayman: Ilhas Cayman. Território do Reino Unido localizado no Caribe. Paraíso fiscal onde não são cobrados impostos jurídicos nem retidos na fonte. O afrouxamento nas regras para abrir uma empresa ou movimentar capital deixa o custo para iniciar um negócio muito atraente. É muito rápido o processo para fundar uma empresa (dentro de 24 horas). Todos esses méritos fazem desse lugar um dos “motores” financeiros do mundo.

Central Bank: Banco Central. Banco de emissão, banco dos bancos ou banco do governo. Responsável pelo suprimento de dinheiro, política monetária, ajuste do mercado de câmbio, etc.

CHF: Franco Suíço; SFR. Moeda da Suíça. Somente o Banco Federal da Suíça pode emitir as cédulas do Franco Suíço. Há em circulação aproximadamente 270 milhões de cédulas que 3 vezes em 2 anos são recolhidas e colocadas a teste pelo Banco Federal para comprovar se não são falsas. A disposição da figura na cédula é em posição vertical, tornando-a uma cédula muito peculiar. Suiça, em latim, se dizia Confederatio Helvetica por isso a abreviação também é utilizada como “CH”.

City (City of London): É considerado um centro financeiro seguindo Wall Street em Nova Iorque. Pequena área de 1 milha quadrada (aproximadamente 2.59 kilômetros quadrados) onde se concentram instituições financeiras como o Banco da Inglaterra e a Bolsa de Ações. Dotada de política especial e mantendo um sistema independente de segurança, nem mesmo o Imperador pode entrar sem a permissão do prefeito. Normalmente quando se diz Londres, se refere à Great London (Grande Londres) que inclui a City e 32 distritos. Construída na parte interna de um forte pelo império romano, em 43 A.C., a atual City foi o ponto de origem de Londres. No século 18 se instalaram a Companhia de seguros Loyds e o Banco da Inglaterra, formando hoje a base financeira de Londres.

Closing Rate: Valor da moeda no fechamento do dia.

CNY: Iuane Chinês; Renminbi, RMB. Moeda da China. Moeda corrente da China. País que têm o maior superávit comercial com os Estados Unidos. Possui também a maior reserva em moeda extrangeira, após o Japão. Adota o sistema de câmbio fixo há muitos anos mantendo o dólar=8.278 iuane, sem se ajustar ao poder econômico. Pelo fato de ser muito limitada na troca com outras moedas, praticamente não é negociada no mercado mundial.

Conference Board: Conselho deliberativo da produção dos Estados Unidos. Instituto de pesquisa popular sem fins lucrativos compostos por sindicatos trabalhistas e grupos de economia americano, entre outros. Realiza pesquisa, análise gerencial, previsões, análise econômica, etc. Informam índicadores econômicos como: confiança do consumidor, principais indicadores, etc.

Consumer Confidence Index: Índice de confiança do consumidor. Pesquisa feita sobre o sentimento atual e futuro do consumidor em relação ao mercado de trabalho, serviços, entre outros. Essa enquete transformada em índice serve como grande base para prever outros índices como gastos pessoais (até mesmo PIB), etc.

Controle de Risco: Quando se deseja vender a moeda por um valor mais baixo que o atual ou comprá-la por um valor mais alto que o atual. Utilizado em estratégias quando se quer seguir a tendência do mercado ou para procurar limitar o prejuízo em operações desfavoráveis.

Coordinated Intervention: Intervenção coordenada. Intervenção de comum acordo de vários países ao mesmo tempo.

Counter Party: Parceiro comercial.

Country Risk: Risco de crédito do país. Quando se realiza um investimento no exterior ou transação comercial, levando em conta a mudança do grau de estabilidade, medindo o risco de inadimplência.

Cover: Liquidação de posições. Empresas que estão com compras liquidam com vendas ou vice-versa.

CPI (Consumer Price Index): Índice de Preço ao Consumidor. Indicador de mudança nos preços de produtos e serviços adquiridos pelos consumidores em todo o país.

Credit Risk: Significa a possibilidade de não conseguir reaver o dinheiro emprestado (por via de títulos ou promissórias, etc). Risco referente ao poder de confiança que se pode ter em relação ao parceiro que solicitou o empréstimo, se ele devolverá ou não, além do pagamento de juros. Risco de inadimplência, risco de moratória.

Crise da Libra esterlina (Pound Atack): Crise da libra esterlina em 1992. A economia inglesa estava estagnada no início dos anos 90, em comparação aos demais países europeus, deixando uma queda na taxa de juros eminente. Isso significaria uma queda da libra e saída do sistema ERM. Foi nesse acontecimento que sobressaiu George Soros que, em 15 de setembro de 1992, vendeu libra e comprou 7 bilhões de dólares. No dia 16 de setembro o Banco da Inglaterra aumentou a taxa de juros de 10% para 15% e respondeu com intervenções no câmbio, porém não conseguiu interromper a queda de sua moeda. Na noite desse dia a Inglaterra anunciou a saída do ERM, e no dia 17 voltou a taxa de juros de 15% para 10%. No mesmo dia a Itália também anunciou a saída do ERM.

Crise Monetária: Fato de a cotação oscilar muito bruscamente e provocar um caos econômico. Ocorre devido a um fluxo muito grande de capital proveniente de especuladores. As principais crises monetárias foram a de 1994 no México, em 1997 na Ásia, em 1998 na Rússia e Brasil.

Crise (monetária) Asiática: Em 2 de Julho de 1997 o Banco Central da Tailândia aceitou a flutuação de sua moeda. Considerado como “Milagre Asiático”, capital do mundo todo fluiu para as moedas dos países do leste asiático. Com algumas diferenças de horário, causou a crise também na Malásia, Indonésia, Coréia do Sul e Hong Kong, causando um profundo impacto na economia mundial.

Crise monetária brasileira: Após a crise da Rússia em agosto de 1998, começou uma fuga de capital estrangeiro do Brasil, o FMI e os Estados Unidos decidiram um pacote de ajuda no valor de 41.5 bilhões de dólares. Porém em janeiro de 1999, o governador do estado de Minas Gerais, decretou moratória de 90 dias na liquidação dos títulos públicos. Com isso os investidores começaram a refugiar o capital no exterior. No dia 13 de janeiro o Real caiu 9% passando de 1.20 para 1.32, e no dia 15 de janeiro o governo anunciou oficialmente a política de câmbio flutuante. Em março o dólar já era cotado a 2.15 reais.

Crise monetária européia: Crise da libra esterlina em 1992. A economia inglesa estava estagnada no início dos anos 90, em comparação aos demais países europeus, deixando uma queda na taxa de juros eminente. Isso significaria uma queda da libra e saída do sistema ERM. Foi nesse acontecimento que sobressaiu George Soros que, em 15 de setembro de 1992, vendeu libra e comprou 7 bilhões de dólares. No dia 16 de setembro o Banco da Inglaterra aumentou a taxa de juros de 10% para 15% e respondeu com intervenções no câmbio, porém não conseguiu interromper a queda de sua moeda. Na noite desse dia a Inglaterra anunciou a saída do ERM, e no dia 17 voltou a taxa de juros de 15% para 10%. No mesmo dia a Itália também anunciou a saída do ERM.

Crise monetária mexicana: Por volta de dezembro de 1994 a moeda mexicana começou a perder credibilidade, causando uma rápida fuga de capital para o dólar americano. No dia 20 de dezembro o Peso caiu 15% e não suportando a pressão o câmbio administrado foi alterado para o tipo de câmbio flutuante no dia 22 de dezembro. A reserva em moeda estrangeira do governo mexicano sofreu uma queda brusca e aumentou a preocupação em relação à inadimplência dos títulos emitidos em dólares. Mesmo entrando em 1995 a pressão continuou e começou a afetar psicologicamente o movimento do mercado, expandindo as conseqüências a outros países. Em 1995 foi uma das causas do dólar chegar a ser cotado em 80 ienes.

Crise monetária sul-coreana: Entrando em 1997 após as quebras das empresas financeiras, o sistema financeiro acumulava grandes quantidades de títulos sem-valor em seus cofres, em meio a queda de crédito para a Coréia do Sul e envolvida pela crise financeira asiática provocada pela Tailândia. Devido a uma posição de emergência do Banco Central Sul-Coreano, a moeda não chegou a cair muito amparada pelas intervenções, porém, em 17 de novembro, 5 grandes bancos nacionais perderam o poder de liquidação em moeda extrangeira, causando uma queda repentina do Won, o Banco Central renunciou às intervenções. No dia 21 de novembro a Córeia pediu oficialmente ajuda ao FMI. O FMI resolveu aplicar o maior financiamento da história, em 21 bilhões de dólares. O Japão financiou 10 bilhões de dólares e os Estados Unidos 5 bilhões de dólares, entre outros, totalizando um pacote de 57 bilhões de dólares.

Crise Russa: Devido problemas na constituição econômica local e alguns outros fatores externos pelas crises financeiras no mundo, o Rublo apresentou forte queda em agosto de 1998. Além de prorrogar o pagamento dos títulos de 5 anos emitidos, acabou caindo em inadiplência. A crise econômica russa aconteceu junto com a queda das ações em todo o mundo, e dizem que o valor de prejuízos dos hedge-funds, inclusive na américa latina, foram gigantescos. Em outubro, houve a quebra do grande Hedge Fund LTCM, que focava seus investimentos em países emergentes. O dólar caiu 14 ienes em apenas 2 dias.

Cross Rate: Determina a taxa de câmbio entre a moeda  do país com moedas estrangeiras pela comparação da taxa de câmbio com outra moeda estrangeira (geralmente o dólar-americano).

Currency: Moeda. Dinheiro. Inclusive dinheiro em espécie e depositado.

Currency authorities: Banco Central ou órgão do governo responsável pelo sistema financeiro, econômico e político. Autoridade competente pela moeda. No Japão, Ministério das Finanças ou Banco do Japão.

Currency Options: Opções para moedas. Direito de comprar ou vender determinada moeda. O direito de comprar se chama CALL e o direito da venda, PUT.

Current Balance: Balança de pagamentos. Transação internacional de entrada e saída de divisas incluindo as transações comerciais (Balança Comercial) e serviços e investimentos. A balança de pagamentos pode apresentar superávit ou déficit, e ainda, dependendo ao aumento/diminuição do superávit ou aumento/diminuição do déficit, também causa influência na cotação das moedas.

TOP

D

DAX (Deutsche Aktien Index): Índice das Ações da Alemanha; Índice DAX. É calculado igual ao TOPIX, valor de mercado. Compõem esse índice as 30 ações com maior volume de negociação entre as 8 bolsas da Alemanha. Em 31 de dezembro de 1987 foi estipulado o valor base do índice em 1000.

Day Order: Pedido com validade somente para o dia corrente.

Day Trading: Operação diária. Posição comprada e liquidada no mesmo dia.

Dealing: Ato de realizar operações em cada mercado. No mercado de câmbio significa comprar e vendar moedas. No mercado de ações chama-se dealing o fato de operar com avaliação própria, e chama-se broking operar com avaliação do cliente.

Dealing Room: Sala equipada com monitores e meios de informações para facilitar as operações.

Default Risk: Risco de inadimplência. Possibilidade não conseguir rever o dinheiro emprestado (pricipal e juros, através de títulos, bônus, etc.). Risco de crédito, risco de falência.

Deflation: Deflação. Aspecto geral da economia, onde os preços dos produtos e serviços caem seguidamente, causando valorização da moeda. Um ambiente desfavorável onde não se consegue vender produtos. Prejudicando o desempenho das empresas, faz o salário dos funcionários diminuir, podendo provocar desemprego por falências. Com a queda da previsão de rendimentos, o peso das dívidas fica maior, além de provocar estagnação na economia.

Deflator: Deflator. Valor correspondente à inflação para base de cálculo de outros indicadores, por exemplo, PIB. O PIB deflacionado, representa o crescimento real.

Derivativos: Denominação do investimento criado a partir de um produto de investimento já existente (ações, títulos, câmbio). Exemplo: futuros, Swap, opções, etc...

Dip: É o fato de a cotação apresentar uma queda. Fato de apresentar uma leve queda. “Buy on dips” significa comprar quando cair, em japonês, oshimegai (押し目買い).

Direct Dealing: Operação direta entre bancos sem passar por brokers. Devido não passar por um broker, o banco consegue economizar na comissão além de poder realizar um enorme montante de dinheiro em uma só operação.

DJIA (Dow Jones Index Average): Valor médio de 30 ações de indústrias, fornecido pela empresa Dow Jones Co., Ltd. É o índice mais importante que representa a bolsa de Nova Yorque. A troca das empresas que compõem esse índice são feitas pelos redatores do Wall Street Journal. Foi criada em 26 de maio de 1896 com o valor de 40.94 dólares.

Dollar: Dólar americano. Moeda dos Estados Unidos. Moeda básica mundial. Emitida pelo Fed, possui o nome oficial de nota da reserva federal (Federal Reserve Note). Na época em que a américa estava sob o domínio espanhol, as notas que chegavam da Espanha eram chamadas de Dolera, enquanto foi se expandindo para as demais regiões o nome foi alterado para Dollar.

Dollar-cost Average: Média de custo dolarizado. Usado pelos investidores para definir a quantidade de ações ou a viabilidade de seu valor no momento da compra ou venda.

Dollar peg: Política de atrelar a cotação da moeda do próprio país à cotação do dólar. É um dos tipos de câmbio fixo. Através dessa política é possível manter uma harmonia no investimento ou comércio feito em dólares. Por outro lado, apresenta a desvantagem de obrigar-se a adotar a política de juros dos Estados Unidos.

Done: Concretizado. Concretização do contrato, pedido, etc.

Dow Jones & Company: Dow Jones e Companhia. Empresa responsável pela publicação “Wall Street Journal” e pelo cálculo do índice industrial Dow Jones da Bolsa de Nova Iorque. Em 1882 três jovens jornalistas, Charles Dow, Edward Jones e Charles Bergstresser começaram a distribuir um informativo escrito à mão em Wall Street aos leitores. Após alguns anos se iniciava o Wall Street Journal. Oferecendo serviços com a empresa de comunicações AP, conta com mais de 3650 funcionários entre jornalistas e redatores.

TOP

E

EBS (Eletronic Broking System): Transação feita sem intermédio humano, somente por computadores e efetuam as operações automaticamente conforme a demanda. Nas principais moedas, mais da metade das operações são realizadas via EBS.

ECB (European Central Bank): Banco Central Europeu. Responsável pela política monetária e controle do câmbio e emissão de euros. Fundado em 1º de Junho de 1998 com o objetivo de manter a estabilidade dos preços. Sede em Frankfurt, Alemanha.

Economic Grow Rate: Taxa de Crescimento Econômico. Índice de medida do crescimento econômico da população do pais. Percentual de crescimento do PIB.

Eletronic Broking: Intermediação de negociações sem a presença de uma pessoa, feita exclusivamente através de terminais de comunicação.

EMS (European Monetary System): Sistema monetária europeu. Criado em 13 de março de 1979, visa manter a estabilidade entre as moedas dos países integrantes da Comunidade Européia. Além de visar a harmonia entre as moedas, procura também manter um crescimento econômico, recuperação no mercado de trabalho, padrão de vida da população, etc., através de estratégias político-econômicas. Na década de 80 foi absorvido pelo Tratado de Maastricht.

ERM (Exchange Rate Mechanism): Ato de limitar a oscilação de uma moeda de um país integrante a Comunidade Européia que ainda não adotou o euro como moeda oficial. Tem o objetivo de harmonizar a fase de transição da moeda oficial do país ao euro. O país que adota o sistema ERM limita a oscilação de sua moeda frente ao euro em 15%. Caso a cotação ultrapasse o limite de 15% automaticamente são realizadas intervenções ilimitadas até que a cotação de estabilize novamente. Esse sistema foi criado em 1979 porém entrou em vigor em 1º de janeiro de 1999.

EU (European Union): União Européia. Criada em novembro de 1993, contava na época com 12 países da Comunidade Européia (Bélgica, Dinamarca, França, Alemanha, Inglaterra, Grécia, Irlanda, Itália, Luxemburgo, Holanda, Portugal, Espanha) em vigência desde o Tratado de Maastricht. Visando a integração da economia e política da europa, reforçando a cooperação entre os países membros. Em 1995 foram incluídos Austria, Suécia e Finlândia, em 2004 Polônia, Hungria, República Tcheca, Eslováquia, Estônia, Látvia, Lituânia, Chipre, Malta que atualmente somam 25 países. Sede em Bruxelas, Bélgica.

EUR: Euro, moeda única européia. Moeda única adotada em 1º de janeiro de 1999. Na época, dos 15 países 11 adotaram a moeda. Nessa época foi utilizado em liquidações entre bancos e transações que não envolviam dinheiro em espécie. E em 1º de janeiro de 2002 foi colocado em circulação as cédulas e moedas. A Grécia adotou a moeda aumentando o número de países que adotam a moeda para 12 porém, Inglaterra, Dinamarca e Suécia ainda mantém suas próprias moedas. Dos 10 países que ingressaram na União Européia 4 adotarão a moeda até 2007 (Eslovênia, Estônia, Lituânia e Chipre) e ainda visam mais 6 países adotem até 2010.

Euronext: Nova bolsa de valores contituída da junção das bolsas de Paris, Amsterdã e Bruxelas, em setembro de 2000. O nome de cada bolsa foi alterado para Euronext-Paris, Euronext-Amsterdã e Euronext-Bruxelas.

European Parliament: Principal órgão da União Européia. Entidade para definir em conjunto os objetivos sociais e atividade dos integrantes.

Exchange: Cambio de moedas.

TOP

F

Fed (Federal reserve system): Banco Central Americano. Veja também FRB.

Federal Fund Rate: FF Rate. Representante americano de juros de curto prazo para os bancos americanos. O Federal Funds é um depósito mantido como reserva pelo Banco Central. A alteração dessa taxa de juros influi consideravelmente no mercado.

Federal Reserve Banks: Instituição que aplica a política monetária. São 12 bancos regionais que integram o Fed: Nova Iorque, Atlanta, Boston, Chicago, Cleveland, Dallas, Kansas, Mineápolis, Filadélfia, Richmond, São Francisco e St. Louis.

Fibonacci: Relacionado ao matemático italiano, Fibonacci, e sua teoria de “0.618X0.382”. Chegou à conclusão de uma incidência natural de repetições observando as pirâmides, teias de aranha, nebulosas que compôem o universo, etc. Ele alega que o mundo natural mantem suas belas formas, e o mundo de investimentos também deve aplicá-las.

Figure: Quando a cotação está em um valor redondo, com os dois últimos dígitos em 0. Ex. 1 dólar = 109,00 ienes

Financial Futures Trading: Operações em futuros (derivativos) financeiros. Contrato que consiste em compra ou vender em determinado valor após determinado período. Devido à volatilidade do câmbio e variação das taxas de juros livres, foi criado esse sistema para proteger do risco (hedge). O local específico para realizar as transações de derivativos financeiros foi criado em 1989, a Bolsa de Derivativos Financeiros de Tóquio (TIFFE).

Fixed Exchange Rate System: Câmbio Fixo. Sistema que consiste em manter a cotação da moeda fixa em uma pequena margem de variação.

Floating Exchange Rate System: Câmbio Flutuante. Sistema que mantém a cotação flexível, valor definido pelo mercado.

FMI ou IMF: Fundo Monetário internacional. Órgão da ONU responsável pelo sistema financeiro internacional junto com o Banco Mundial. Planejado para manter a estabilidade e desenvolvimento financeiro entre os países, conta com 184 países-membros e é sediado em Washington.

FOMC (Federal Open Market Commitee): Comitê de Mercado Aberto. Responsável pela política monetária adotada pelos Estados Unidos. Nesse comitê são decididas as taxas de juro, percentual de reserva de depósitos, etc.

Foreign Exchange Dealer: Pessoa que compra e vende moedas no mercado representando o banco.

Foreign Exchange Market: Mercado Internacional de Moedas. Mercado onde são realizadas as compras e vendas de moedas. Dividido em dois grandes mercados, o interbancário e o varejista. Quando se refere ao mercado internacional de moedas, naturalmente está sendo indicado o mercado interbancário. Sem local fixo para negociações, está aberto 24 horas e as operações realizadas nas principais capitais do mundo como: Sidney, Tóquio, Hong Kong, Singapura, Zurique, Paris, Londres, Nova Iorque, etc.

Foreign Exchange Reserve: Reserva que um país possui em moeda estrangeira.

Forex: Abreviação de Foreign Exchange. Também abreviado como FX. Ato de liquidar débitos e créditos no exterior sem enviar dinheiro em espécie.

FRB (Federal Reserve Board): Banco Central Americano. Responsável pelas políticas econômicas de taxa de juros, percentual de pagamentos, controle do mercado público, etc. Formados por 7 diretores, sendo que o presidente e o vice-presidente são nomeados pelo Presidente do país. Atualmente o presidente é Alan Greenspan. A abreviação pode ser FRB, como também Fed ou FRS. A reunião para decisão de taxa de juros é abreviada como FOMC e têm 7 diretores do FRB, 1 diretor do Fed de Nova Iorque, mais 4 de Fed regionais, totalizando 12 membros.

FTA (Free Trade Agreement): Acordo de Livre Comércio. Regra de comércio que procura reduzir ou eliminar os impostos de importação e exportação entre vários países ou uma região proporcionando um comércio livre. Na década de 90 os contratos de livre comércio tiveram um aumento repentino, os principais ficam sendo o NAFTA (Acordo de Livre Comércio da América do Norte), ASEAN (União dos Países do Sudeste Asiático), EU (União Européia), etc.

Fundamentals Analysis: Análise do panorama financeiro tendo como base índices como balança comercial, taxa de desemprego, crescimento econômico, etc.

Futures: Futuros. Contrato que permite negociar uma mercadoria em um determinado preço dentro de um período especificado.

TOP

G

G7 (Group of Seven): Reunião dos presidentes dos Bancos Centrais ou Ministros da Finanças dos 7 países desenvolvidos: Estados Unidos, Alemanha, Inglaterra, França, Japão, Itália e Canadá. Chamado de G8 quando se inclui a Rússia. Essa reunião visa crescimento econômico mundial, assim como a estabilidade no mercado cambial. Surgiu a partir do G5 em 1986, quando foram incluídos o Canadá e a Itália, e acontece normalmente 3 vezes por ano. Incluindo a Rússia, é chamado de G8.

GDP (Gross Domestic Product): Produto Interno Bruto; PIB. Valor de serviços ou produtos fabricados pela população de um pais, incluindo a produção de pessoas físicas e jurídicas estrangeiras, mas que residam ou tenham negócios neste país.

Geopolitical risk: É o fato de aumentar a tensão política ou militar em determinada região e faltar transparência no rumo da economia mundial. A palavra passou a ser bastante utilizada após aparecer em um comentário do Federal Reserve (Fed) em setembro de 2002. Se refere princiapalmente ao Oriente Médio, mas também pode influenciar negativamente nas ações das empresa e psicologicamente os consumidores, podendo causar danos à atividade econômica e grande volatilidade no mercado de câmbio.

George Soros: Conhecido historicamente como maior mestre do mercado, ele lidera o maior Hedge Fund, o Quantum Fund. Nasceu em 1930 em Budapeste, Hungria, segundo filho de uma família de Judeus de classe média. Em 1947 foi morar sozinho em Londres. Em 1956 se mudou para Nova Iorque e foi corretor-chefe das operações da corretora F. M. Mayer. Em 1969 fundou a “Soros Fund Management” junto com Jim Rogers. Em 1979 alterou o nome do fundo para “Quantum Fund”. Em 1992 derrotou o Banco da Inglaterra com vendas de libra esterlina, e durante a crise asiática foi chamado de criminoso internacional pelo Primeiro-Ministro da Malásia, Mahathir. Possui a maior entidade filantrópica da Rússia e Leste Europeu.

GfK: Empresa de pesquisa de mercado localizada em Nurembergue, Alemanha. GfK é a abreviação de Growth from Knowledge. Fundada em 1934 possui 120 empresas relacionadas em 51 países. Como empresa de pesquisa de mercado é a número 1 da Alemanha e 5 do mundo.

GNP (Gross National Product): Produto Nacional Bruto; PNB. Total de valores de serviços ou patrimônio produzidas por pessoas do país, independente do local em que foram produzidos. Todos os serviços e patrimônio produzidos no exterior por pessoas que possuam a nacionalidade brasileira entram na contabilidade do PNB porém, não inclui a atividade de estrangeiros no país.

Government bonds: Bônus do governo; bônus da dívida pública. O pagamento do juro inicial é garantido pelo país, que também é responsável por sua emissão. Títulos com maior grau de confiança. No Japão podem ser comprados nos bancos, correios, corretoras de ações, corretoras de seguros, etc.

TOP

H

Hedge: Significa proteção ou defesa. Estratégia financeira que consiste em efetuar aplicações em duas moedas diferentes para prevenir ou minimizar o risco de prejuízo.

Hedge Fund: Fundos de investimentos que visam o lucro através dos altos e baixos das cotações, sejam em títulos, ações, derivativos financeiros, opções, moedas, etc. A diferença com os fundos de investimentos normais, é que na grande maioria esses fundos se concentram em paraísos fiscais, como Bermudas, etc., com parceiros privados, buscando maximizar o retorno, onde o administrador do fundo fica com um percentual do lucro obtido.

Hercules: O mercado de balcão da bolsa de valores de Osaka foi chamada de Nasdaq-Japan e foi mudada posteriormente, em 16 de dezembro de 2002. O serviço prestado na Nasdaq dos Estados Unidos se iniciou em Osaka oferecido pela Bolsa de Valores de Osaka e Soft Bank em junho, porém perdeu o apoio da Bolsa de Valores de Osaka. São negociadas ações de 112 empresas atualmente, fevereiro de 2005.

HKD: Hong Kong Dolar. Desde outubro de 1983 é utilizado uma cotação fixa (1 dólar americano= 7.8 HKD) para o dólar de Honk Kong. Hong Kong que estava sob domínio da Inglaterra foi devolvido à China porém ainda mantém sua moeda independente. Hong Kong ainda se destaca por manter uma reserva em moeda extrangeira de aproximadamente 120 bilhões de dólares.

Hyper Inflation: Hiper-inflação. Índice de inflação acima de 10% no mês, fazendo os preços dobrarem ou triplicarem no período de um ano.

TOP

I

Ichimoku-kinkohyo: Análise concluída em 1935 após 7 anos de estudos envolvendo 2000 alunos sob a orientação do professor Hosoda. No gráfico de velas são apresentadas várias linhas e uma nuvem que procura determinar o valor ideal para a cotação.

Idoheikinsen (Moving Average Line): Linha médias móveis. Linha que calcula o valor médio da cotação durante determinado período, sobre o gráfico. De acordo ao período são classificadas como: Curto Prazo (7, 14, etc), Médio Prazo (50, 90, etc) e Longo Prazo (180, 200, etc).

If Done Order: Processo em que um pedido somente terá validade após a concretização do outro. Compare com O.C.O.

IFO: Intituto público alemão sem fins lucrativos que promove a pesquisa de caráter político, econômico e social. Fundado em 1949 em Munique, é um dos 6 grandes institutos de pesquisa econômica da Alemanha.

Índice ISM (Institute for Supply Management): Índice medido pela associação de administração de suprimentos dos Estados Unidos. Responsável por enquetes com as indústrias americanas sobre a situação dos estoques, pedidos e produção de manufaturados. Um índice acima de 50 indica o crescimento no setor manufatureiro, a baixo de 50 retração no setor. É considerado um dos importantes componentes dos Principais Indicadores.

Industrial Produce Index: Índice de produção industrial. Índice que engloba a produção de minérios e manufaturas. A produção de ferro pela indústria siderúrgica ou computadores pela indústria eletrônica, fazem esse indicador subir. É um importante índice devido a sua capacidade de medir a tendência da produção, refletindo a grande parte da manufatura e siderurgia do país.

Inflation: Inflação. Na economia geral representaria um aumento constante no preços (custos) de serviços e desvalorização da moeda. Em um ambiente favorável, um aumento nas vendas pode causar falta de produto no mercado, aumentando o desempenho das empresas e salário dos funcionários. Porém, o aumento do salário não acompanha o aumento dos preços causando deficiência no orçamento doméstico. Como o poder de compra diminui, o cotidiano fica muito afetado, principalmente a pessoas que dependem de aposentadoria.

Inflation Targeting: Meta de inflação. Normalmente, o banco central estipula uma meta para a inflação. Aos países que apresentam deflação, como o Japão, ao invés de combater a inflação é tomada uma medida para provocar uma leve inflação e conseqüentemente recuperação econômica. O Banco Central Japonês estipula uma meta futura para a inflação e procura provocar o aumento dos preços com o planejamento de aumento das reservas financeiras.

Institutional Investor: Bancos, Corretoras, Empresas que atuam no mercado administrando o patrimônio de clientes.

Interbank Market: Mercado Interbancário. Mercado onde ocorrem as operações de compra e venda entre os bancos, principalmente bancos centrais, brokers e bancos municipais.

Interbank Rate: Cotação Interbancária. Cotação formada entre os bancos do mundo todo nas negociações via internet ou telefone, 24 horas do dia. No mesmo instante existem várias cotações interbancárias, não somente uma, e todas são concretizadas na relação de 1 para 1.

Interest Arbitrage: Taxa de juros básicos estipulados por um país. Normalmente há uma procura maior por moedas de países com juros altos.

International Balance of Payment: Balança de Pagamentos Internacional. Registro de todas as transações financeiras realizadas em um período com algum outro país.

Intervention: Intervenção. Compra ou venda realizada pelo banco central de cada país para proteger a cotação da moeda. Quando é feita alguma intervenção pelo governo, ocorre geralmente uma grande oscilação no câmbio. Também denominada como “Manipulação Cambial”.

Institutional Investor: Investidores institucionais. Empresas como Bancos, Bancos de investimentos, Corretoras, Seguradoras, Fundos de investimentos, entre outros, que agrupam um montante de dinheiro proveniente de pessoas físicas ou empresas. Devido ao volume de dinheiro administrado por essas empresas, elas conseguem causar grande influência no mercado.

TOP

J

JASDAQ: No início, quando foi introduzido o sistema automatizado de operações do mercado de balcão para ações se deu origem ao nome JASDAQ que vêm das iniciais em inglês de “Japan Securities Dealers Association Quotation System”. Em 1963, foi criado o que foi chamado por um longo período de “Mercado de Balcão”, onde concentravam as negociações de ações de empresas emergentes e empresas em pleno desenvolvimento, e em julho de 2001 o nome foi mudado para JASDAQ. Em dezembro de 2004 passou de “Mercado de Balcão” e passou a “Bolsa de Valores”. Atualmente em janeiro 2005 estão sendo negociadas ações de 945 empresas.

JOM (Japan Offshore Market): Mercado Offshore do Japão, fundado em dezembro de 1986. Independente do mercado nacional, reserva de dinheiro, impostos, regras de juros não são aplicadas. Somente os não-residentes podem investir livremente nesse mercado.

JPY: Iene, Yen. Moeda japonesa. Criada na nova lei de moeda de 1872 (Ano 5 da era Meiji) e chamada de “YEN”(leitura japonesa: EN). Em 1900 1 dólar americano equivalia a 2 ienes, entre a 1ª e a 2ª Guerra a moeda se desvalorizou até 4 ienes. Após os estragos da Guerra e em meio à inflação, em março de 1950, 1 dólar equivalia a 620 ienes. Após isso a cotação fixa de 1 dólar a 320 ienes terminou em 1971 com o Nixon Shock e passou a ter um câmbio flutuante desde 1973.

TOP

K

Key Currency: Moeda estrangeira que os países mantém para transações internacionais. Atualmente o dólar vem sendo utilizado como Key Currency.

Kiwi: New Zealand Dolar. Dólar Neozelandêz, moeda utilizada na Nova Zelândia. O país foi descoberto na segunda metade do século 18 pelo capitão Britânico James Cook, e posteriormente atraiu exploradores para a ilha. Um acordo entre os habitantes nativos e a Inglaterra, colocou o país sob domínio inglês em 1840. Em 1907 conseguiu autonomia política e sua indepência aconteceu em 1947. É um dos países de menor densidade demográfica do mundo.

Krone: Moeda da Dinamarca, Suécia e Noruega. O original “Krone” ficou como “Crown” em inglês e “Coroa” em português.

KRW: Korean Won. Won sul-coreano. Após a crise monetária asiática foi abolida a política de câmbio fixo e desde dezembro de 1997 adotada a política de câmbio flutuante. A importância da exportação, na economia, vem se destacando após a crise monetária, e assim aumentando a importância do acompanhamento da moeda sul-coreana.

TOP

L

Leave order: Deixar uma ordem. Ordenar a corretora ou banco para que se realize uma compra ou venda em determinado preço, por determinado prazo.

Leverage Effect: Efeito de alavanca. Sistema que permite que, com um pequeno patrimônio, seja possível fazer operações de grande volume. Este é o sistema utilizado pela Money Partners Co., Ltd. para permitir que os pequenos investidores também possam participar e efetuar grandes operações no mercado cambial.

LIBOR (London Inter Bank Offered Rate): Cotação manual oferecida entre os bancos de Londres do mercado europeu. Taxa proveniente dos bancos de Londres que emprestam dinheiro e as demais intituições financeiras utilizam essa taxa para cálculo de juros base. Também é utilizado como parâmetro de índice, em operações financeiras internacionais.

Limit Order: Ordem de compra ou venda a determinado valor.

Liquidit: Liquidez. A possibilidade de realizar uma compra ou venda a qualquer momento, devido a quantidade de investidores participantes e volume operado, no valor de mercado, indica que o produto é de alta liquidez.

London Stock Exchange: Bolsa de valores de Londres. Transação anual de 6 trilhões de dólares, entre os valores de mercado das empresas negociadas é o maior da europa. Tendo mais de 450 empresas de mais de 60 países é a bolsa de valores mais internacional do mundo. Em 1698, aconteceu a primeira estrutura de negociações em um café chamado “Jonnathan´s”, em 1773, 150 corretores de ações formavam a associação “New Jonnathan´s”, alterando o nome para bolsa de valroes. Em 3 de março de 1801 iniciaram as operações como são conhecidas atualmente, dando início a Bolsa de Valores de Londres.

Long Position: Manter uma posição de compra de certa moeda. Quando não está com nenhuma posição de compra nem de venda, é conhecido como “Square”.

Loss-Cut: Liquidação da posição que esta com prejuízo para evitar um prejuízo maior.

LTCM (Long Term Capital Management): Grande Hedge fund americana que faliu em outubro de 1998. Comandado por John Meriwether, a LTCM era administrada por dois prêmios Nobel de economia de 1997, Robert Merton e Myron Scholes, e apresentou um forte desenvolvimento utilizando alta tecnologia financeira, se sagrando como o Top das Hedge fund. Porém começou a sofrer em agosto de 1998 com a inadimplência russa e caos no sistema financeiro mundial, acarretando em sua quebra. Devido a sua grandeza, o dólar caiu 14 ienes em apenas 2 dias e o governo americano se moveu de imediato e o Fed foi obrigado a baixar a taxa de juros emergencialmente.

Luxemburgo: Pequeno país localizado entre a Alemanha, França e Bélgica. Centro financeiro Offshore. Os não-residentes não sofrem imposto na fonte, imposto de rendimentos, etc. Existem mais de 220 bancos europeus, americanos e japoneses. Possui o maior PIB por habitante do mundo.

TOP

M

Major currency: Designação das moedas com maior volume de operações e participantes na compra e venda no mercado de câmbio. Atualmente são consideradas: USD (Dólar Americano), JPY (Iene japonês), EUR (Euro), GBP (Libra esterlina), CHF (Franco Suiço). As demais moedas são denominadas Minor currency.

Margin: Fundo de garantia. Valor a ser depositado para efetuar operações.

Market Risk: Risco do mercado. Possibilidade de perdas do capital devido a queda dos preços do mercado.

Mercado de câmbio de Londres: O mercado de câmbio existe enquanto existir um comprador e um vendedor, porém não significa que tenha um local específico. As negociações acontecem 24 horas em todos os países e os bancos de Londres se concentram no horário de 5 da tarde a 1 da manhã (horário do Japão), e esse horário é chamado pelos integrantes do mercado de câmbio como mercado de Londres. Devido a ser um horário que liga o expediente japonês com o americano, a atividade de operações é intensa, formando o maior volume de operações do mundo.

MMF (Money Management Fund): Fundo de administração monetária. Fundo de investimento que têm como principal componente títulos públicos nacionais, regionais ou de empresas públicas. Rendimento diário liquidados ao final de cada mês e reinvestido. Sem prazos e com rendimentos variáveis de acordo com cada empresa. A compra e liquidação é múltiplo de 1 iene e livre de comissões.

MOF (Ministry of Finance): Ministério das Finanças. Orgão do governo responsável pela atuação de bancos, etc.

Money Laudering: Ato de procurar demonstrar a legalidade de um capital ganho pro meio de operações ilegais ou crimes, etc. Lavagem de dinheiro. Fato de movimentar o dinheiro de conta-em-conta, em vários bancos, com fim de perder de vista o proprietário do dinheiro ganho por comércio de drogas, sonegação de impostos, golpes, etc. No Japão, em janeiro de 2003, entrou em vigor a “Lei de identificação pessoal” com o intuito de registrar e vigilar cada indivíduo que tenha conta em uma instituição financeira e evitar a lavagem de dinheiro.

Money Suply: Suprimento de dinheiro. Referência ao montante de dinheiro em circulação. O volume de dinheiro em circulação pode aumentar ou diminuir devido ao tamanho da atividade econômica. Em relação aos produtos e serviços, tem-se a imagem que se o volume de dinheiro em circulação aumenta, os preços também sobem (inflação), por outro lado, se o volume de dinheiro em circulação diminui começam a sobrar mercadorias no mercado e os preços caem (deflação).

Moratorium: Moratória. Fato de o emissor do título atrasar ou prorrogar por um período o pagamento/liquidação do título emitido. Ocorre quando aumenta a insegurança nacional, ou dimuição da captação de recursos para cumprir com os pagamentos, conseqüentemente, esse fator faz cair a credibilidade do país.

Mothers (Market of High-growth and emerging stocks): Bolsa de mercado de balcão criado na Bolsa de Tóquio em novembro de 1999. Criada com o princípio de agrupar as empresas com alta possibilidade de crescimento rápido, e através do investimento direto de institições financeiras conseguir um ajuste rápido de capital. Com a imagem de ser uma “mãe” às empresas que se aventuram a crescer, surgiu o nome Mothers. Em 2003 houve um grande crescimento no volume de operações e quantidade de empresas. Em julho de 2004 eram negociadas ações de 96 empresas.

MXN: Peso Mexicano. Moeda utilizada no México. Seu símbolo é o “$” porém como ficaria difícil a distinção com o dólar americano, após o valor é adicionado “MN” (Moneda Nacional, indicando que a moeda corrente é a moeda nacional). Economicamente possui grande dependência dos Estados Unidos, sendo responsável por 90% de suas exportações, 70% das importações e a América é reponsável por 60% dos investimentos diretos no México.

Moody´s Investor Service: Forte empresa de classificação americana. Junto com a S&P são as maiores empresas de classificação do mundo. Fundada em 1900 por John Moody é a empresa de classificação mais antiga da história. Em 1909 Moody deu início à classificação dos títulos usando as letras do alfabeto para indicar a confiabilidade do título. Essa classificação passou a ser utilizada internacionalmente. No pânico de 1930, um terço dos títulos emitidos ficaram inadimplentes, porém foi notado que os títulos que tinham melhor classificação apresentaram menor risco de inadimplência. Devido a esse fato, a classificação passou a ser essencial aos investidores.

MYR: Malaysian Ringgits. Moeda utilizada na Malásia. Em 1997 a economia do país passou por dificultades econômicas após a crise financeira asiática, porém conseguiu progredir político-economicamente sem pedir ajuda ao FMI. Em setembro de 1998 adotou o sistema de administração do câmbio, porém desde fevereiro de 1999 vêm flexibilizando seu câmbio.

TOP

N

NAIRU (Non-Accelerating Inflation Rate of Unemployment): Abaixo do nível de desemprego que não provoca inflação. Índice de desemprego natural. O índice de desemprego e a inflação têm uma certa ligação, se o desemprego cai abaixo do NAIRU dizem que provoca aceleração na inflação.

NAFTA (North America Free Trade Agreement): Acordo de livre comércio entre os três países da América do Norte, Estados Unidos, Canadá e México. Tem como objetivo isentar de impostos as transações comerciais entre esses países durante 10 a 15 anos, foi assinado em dezembro de 1992 e posto em prática em janeiro de 1994. É um grande bloco econômico seguido pela União Européia, o PIB da região é de aproximadamente 11.5 trilhões de dólares e população de 410 milhões.

NASDAQ (National Association of Securities Dealers Automated Quotation): Mercado de balcão americano, onde toda operação acontece via computadores. Inicialmente se constituiu como o sistema automático de compra e venda da Associação de Corretoras de ações dos Estados Unidos (NASD) fundada em 1971, atualmente é sinônimo de toda transação eletrônica. São negociadas ações de mais de 5000 empresas, na maioria americanas. Atualmente representa o maior mercado de ações, passando a bolsa de Nova Iorque, em volume operado, valor operado e empresas registradas.

NASDAQ composite index: Valor médio de todas as ações negociadas na NASDAQ (aproximadamente 5.500). As ações de empresas relacionadas a internet e tecnologia respondem pela maior parte, portanto, os resultados influenciam no índice. Em 5 de fevereiro de 1971 o valor base das ações foi de 100 pontos, e em 10 de março de 2000 chegou ao seu nível máximo em 5.132 pontos, e caiu após o estouro da bolha das empresas tecnológicas. Em outubro de 2002 baixou até o nível de 1108 pontos.

NATO (North Atlantic Treaty Organization): Organização do Tratado do Atlântico Norte, OTAN. Acordo reconhecido pelo capítulo 51 das Nações Unidas, foi assinado em 1949 por 12 países, Estados Unidos, Canadá, Inglaterra, França, Bélgica, Holanda, Luxemburgo, Itália, Dinamarca, Noruega, Irlanda, Portugal, para formar uma organização de segurança. Posteriormente se filiaram Turquia e Grécia em 1952, Alemanha Ocidental em 1955, Espanha em 1982, e a Alemanha unificada em 1990 em lugar da Alemanha Ocidental. Em 1999 se filiaram Polônia, República Tcheca e Hungria. Em 2004 filiaram Bulgária, Estônia, Latóvia, Lituânia, Romênia, Eslováquia e Eslovênia, totalizando 25 países. Em maio de 2002 foi acordado que a Rússia fica como país semi-membro. A sede fica em Bruxelas, Bélgica.

NDF (Non-Delivable Forward): Tipo de transação cambial a termo que consiste em liquidar em dólar americano sem dispor da moeda envolvida na negociação. Devido à limitações ou regras impostas pelo país na liquidez de sua moeda, os bancos ou empresas estrangeiras utilizam esse recurso caso seja difícil realizar um Hedge em suas operações. Dizem que a cotação do NDF com prazo de 1 ano, significa que a cotação estará nesse nível após 1 ano.

Nichigin Tankan: Resultado de pesquisa e enquete feita pelo Banco do Japão 4 vezes ao ano com fim de prever a tendência da economia. A pesquisa acontece nos meses de março, junho, setembro de dezembro e seu resultado no início de abril, início de julho, início de outubro e meados de dezembro. O percentual positivo ou negativo das empresas confiantes na economia determina esse índice, que também pode afetar o mercado de câmbio.

Nikkei Index: Nikkei 225; Índice Nikkei. Índice das ações da bolsa de Tóquio, calculada e informada pela empresa de jornal Nikkei Shinbun. Utilizando a mesma base de cálculo da empresa Dow Jones dos Estados Unidos, o Nikkei representa o valores de 225 ações escolhidas na primeira linha da bolsa de Tóquio. O índice de todas as ações se chama TOPIX.

Nixon Shock: Na década de 60 a economia americana se encontrava prejudicada pela fuga de capital americano, piora na balança internacional, aumento no déficit fiscal provocado pela guerra no Vietnã, entre outros. Foi nesse período conturbado que o então presidente americano, Richard Nixon, em 15 de agosto de 1971, acabou com o lastro-ouro do dólar americano, ou seja, impediu a troca de dólar por ouro. Quebrando o acordo de Bretton Woods feito em 1944, provocando a falta de confiança no dólar e, conseqüentemente sua forte queda.

Nominal Interest Rate: Taxa de juros nominal. Taxa de juros sem o desconto da inflação.

Nothing Done: Pedido não efetuado.

NOK: Norway Krone, Coroa Norueguesa. Moeda da Noruega. A Noruega se constitui como país desde o final do século 9. Entre 1380 e 1814 esteve sob em aliança com a Dinamarca e posteriormente com a Suécia. Em 1905 terminou esta aliança e a Noruega passou novamente a ser um país independente. Em 1994 o voto público rejeitou pela segunda vez a integração da Noruega na União Européia. A Coroa é o mesmo nome das moedas da Dinamarca e Suécia.

NYSE (New York Stock Exchange): Maior bolsa de valores do mundo localizada em Wall Street, Nova Iorque. Fundada em 1792, junto com Tóquio e Londres formam as 3 grandes bolsas do mundo, porém têm forte influência nas demais bolsas do mundo, considerada o centro financeiro mundial. O prédio atual foi feito em 1903.

NZD: New Zealand Dolar, Kiwi. Dólar Neozelandêz, moeda utilizada na Nova Zelândia. O país foi descoberto na segunda metade do século 18 pelo capitão Britânico James Cook, e posteriormente atraiu exploradores para a ilha. Um acordo entre os habitantes nativos e a Inglaterra, colocou o país sob domínio inglês em 1840. Em 1907 conseguiu autonomia política e sua independência aconteceu em 1947. É um dos países de menor densidade demográfica do mundo.

TOP

O

O.C.O.: One Cancel Other. Processo em que um pedido, ao ser concretizado cancela automaticamente o outro. Quando estiver com uma operação em aberto e gostaria de deixar uma reserva para fechar com lucro e outra para limitar as perdas, deve ser utilizado esse pedido.

OECD (Organization for Economic Cooperation and Development): Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico. Instituição internacional que visa a expansão do comércio mundial, auxílio ao desenvolvimento dos países, evolução do crescimento econômico, através da cooperação dos países membros, principalmente os países desenvolvidos da europa e américa. Nasceu da reforma da OEEC (Organização de cooperação da economia européia) que foi criada em 1961 pelo Plano Marshall. O Japão se incluiu em 1964 e atualmente conta com 30 países-membros. A sede fica em Paris, França.

Offer: No mercado cambial é considerado o valor de venda ou valor exposto para venda. A parte que responde (cliente) equivale ao valor de compra. Quando são dados os dois valores simultaneamente, corresponde ao valor mais alto. Veja também Ask.

Offshore Market: Mercado Offshore. Mercado financeiro voltado para não-residentes (capital externo). Cortando as regras e sistema de impostos do país, entre outros, é considerado um meio de operações incomparávelmente livre.

Oil Shock/Oil Crisis: Crise do petróleo. A primeira crise do petróleo aconteceu em 1973 quando a OPEC diminuiu bruscamente a produção de petróleo durante a quarta guerra do Oriente Médio, fazendo o preço do petróleo quadruplicar de valor e por conseqüência provocando o caos em todos os países do mundo e aumento de inflação. A segunda crise aconteceu em 1979 aproveitando a revolução no Iran e também causando alta do petróleo.

Open Market Operation: Política monetária tomada pelo Banco Central para ajustar o volume de moeda corrente através de compra ou vendas de títulos públicos. A operação de venda ocorre quando há moeda corrente em excesso no mercado e a capitalização ocorre por vendas de títulos ou bônus, absorvendo esse excesso. A operação de compra consiste em adquirir títulos ou bônus no mercado aumentando o volume de moeda em circulação.

Option: Opções. Investimento que consiste em adquirir o direito de comprar ou vender determinado título por um preço pré-estabelecido no dia ou período do contrato.

OTC (Over The Counter): Operação realizada sem um local específico. De banco para banco ou de banco para cliente, um a um. O valor e modo de operação também são acordados entre as duas partes.

Overnight Position: No mercado de câmbio, significa a posição que não é liquidada durante o dia e é transportada para o dia seguinte.

TOP

P

Pacto de Estabilidade e Crescimento: Regulamento feito pela diretoria da comunidade européia através do Tratado de Maastricht procurando conter o déficit fiscal dos países integrantes. Criado com o objetivo de atingir um superávit fiscal, com impostos razoáveis através de um sistema de alerta do risco quando este ainda está no começo. E ainda, o país que não consegue cumprir com o limite pode sofrer sanções. Está estabelecido que o déficit fiscal do país não pode superar 3% do PIB e tem que manter uma reserva de débito de 60% do PIB.

Paris Club: Clube de Paris. Formado pelos integrantes da reunião ocorrida em Paris após o atraso nos pagamentos dos títulos argentinos em 1956. Foi acordado um prorrogamento do prazo, entre outras condições. Formado pelos 18 países da OECD e Rússia. Sede na Secretaria das Finanças da França.

Pay off: Medida de segurança para garantir até 10 milhões de ienes em depósito em caso de quebra da instituição financeira, entre outros. Não há garantia para o excedente desse valor.

PBR (Price Book-value Ratio): Percentual de patrimônio para cada ação. Serve para medir quantas vezes o patrimônio líquido por ação pode ser comprado pelo preço da ação.

Pegged Exchange Rate System: Sistema de manter a cotação da moeda do próprio país atrelada ao dólar americano ou outra moeda específica. O país que não têm produção com poder de concorrência em exportação ou pequeno volume de comércio, faz sua moeda oscilar junto com uma moeda mais forte visando o comércio da própria moeda.

PER (Price Earning Ratio): Percentual de lucro no preço da ação. Percentual de lucro de cada ação da empresa. Normalmente utilizado para comparar o desempenho acionário entre as empresas.

Peso: A partir das Filipinas e México, é a denominação de moedas de vários países sul-americanos. No início do século 16 era a moeda espanhola muito utilizada comercialmente, sendo que a unidade se chamava Real. 8 Reais correspondia a 1 Peso, e símbolo $. Atualmente muitos países da América Latina ainda utilizam o Peso como moeda e o símbolo de $.

PHP: Philipine Peso. Peso das Filipinas. Moeda utilizada nas Filipinas. O país foi colonizado a partir de 1898 por americanos, apoiou o Japão na guerra do Pacífico, e ficou independente em 1946. Enquanto esteve sob domínio americano era um país de nível de renda relativamente alto, porém sua economia não se desenvolveu muito. Era extremamente fechada a entrada de capital externo assim como empresas mas, por volta de 1990, iniciou um dispositivo de liberdade com os Estados Unidos, e atualmente está com alto grau de expansão.

Plaza Accord: Acordo de Plaza. Acordo realizado pelo G-5 no Plaza Hotel em Nova Iorque, em setembro de 1985. Devido ao desequilíbrio comercial com os principais países, foi acordado que os países integrantes deveriam permitir a valorização de suas moedas de 10 a 12% em relação à moeda-chave, o dólar. O acordo aconteceu em um fim de semana e na segunda-feira seguinte, em 1 dia (24 horas) o dólar caiu 20 ienes de 235 para 215 ienes.

Política Monetária: Política do Banco Central para ajustar a direção da economia, ajustando os juros e suprimento monetário para estabilidade dos preços. Política de juros, controle do mercado aberto, reserva de depósito, são os três grandes meios representativos.

Position: Posição. Ato de manter uma operação em aberta.

Poupança em moeda extrangeira: Conta baseada em uma moeda extrangeira resultado da conversão do iene para determinada moeda (dólar, euro, etc.). Produto de investimento de juros livres que pode ser adquiridos por pessoas físicas e jurídicas. Devido a não se enquadrar no seguro referente às contas bancárias, mesmo com a falência do banco, o valor depositado não é garantido. A aplicação de prazo-fixo em moeda extrangeira também não pode ser interrompido. Os juros referentes à essa modalidade de poupança é passível dos mesmos encargos dos rendimentos de uma conta em iene, 20% de imposto deduzido na fonte. O lucro proveniente da oscilação deve ser declarado como “outros rendimentos” no imposto de renda.

PPI (Productor Price Index): Índice de preço do produtor. Indicador do valor das mercadorias no atacado. Junto com o Índice de Preço ao Consumidor, é um grande representante para análise do futuro dos preços baseado na oferta e demanda. Esse índice inclui os valores de preço do produtor nacional, preço de importados e preço de exportados.

Premium: Prêmio. Preço da opção. Valor necessário para adquirir a opção de compra ou venda.

Programa de Estabilidade: Relatório apresentado periódicamente pelos integrantes da União Européia, com sua situação financeira pelos próximos 3 anos. Os diretores da Comunidade Européia avaliam a estabilidade econômica e alertam, caso seja necessário.

Purchasing Power Parity Theory: Teoria da paridade do poder de compra. É uma das teorias que procura definir uma cotação ideal entre duas moedas, comparando o poder de compra de uma mesma mercadoria em dois países diferentes. Criada pelo pesquisador econômico sueco Gustav Cassel (1866-1945) em 1921. Se um sanduíche custa 100 ienes no Japão e o mesmo sanduíche é comercializado a 1 dólar nos Estados Unidos, significa que teoricamente a cotação perfeita para a cotação é: 1 dólar=100 ienes. A inflação entre os dois países também deve refletir na cotação de suas moedas, dita a teoria.

TOP

R

Range: Distância, margem, território. Fato de a cotação oscilar repetitivamente dentro de uma margem definida.

Rate: Taxa. Preço da taxa de uma moeda corrente em comparação com outra.

Real Interest Rate: Valor real da taxa juros do país, subtraído o índice de inflação.

Recession: Recessão. Em termos econômicos, é o estado do país que apresenta queda no PIB por dois períodos consecutivos. Há uma definição também que dita que o percentual de crescimento do PIB em curto prazo ou longo prazo deve ser de, no mínimo, 4 pontos.

Red Book: Livro vermelho. Relatório semanal de vendas do varejo apanhado por cerca de 9.000 lojas. É anunciado todas as terça-feiras por uma empresa do grupo Reuters.

Reflation: Reflação. Estado de sair da deflação, porém sem apresentar inflação. Desinflação é o estado de sair da inflação sem apresentar deflação.

Regime do FMI: Em Julho de 1944, os 44 países-membros se reuniram em Bretton Woods, estado de New Hampshire, EUA. Nessa reunião após a Segunda Guerra Mundial, foi acordado que não apenas o ouro serviria como moeda internacional mas, também, o dólar americano. Também chamado “Acordo de Bretton Woods”.

REIT (Real Estate Investment Trust): Fundo de investimento imobiliário. Fundo de investimento que reúne o capital dos participantes na aquisição de prédios comerciais e outros empreendimentos visando o retorno do investimento através de aluguel do imóvel ou revenda. Os investidores recebem somente o retorno do aluguel ou participação no preço de revenda. A versão japonesa do REIT é o J-REIT.

Repatriation: Repatriação. Fato de uma empresa trazer capital de um país estrangeiro para o próprio país. Por exemplo, uma empresa japonesa que têm investimentos nos Estados Unidos, quando for feita a repatriação de capital surgirá uma demanda de venda de dólares e compra de ienes, e conforme o volume e quantidade de empresas, pode influenciar nas cotação do mercado de câmbio.

Resistance level: Literalmente, significa Nível de Resistência.Termo técnico que indica um determinado nível de preços, acima do qual torna-se supostamente difícil para o mercado crescer.

Reuters: Fornecedor de informações do mercado financeiro. Maior empresa do mundo em serviços de informações e implementações de soluções. Com 197 agências em 130 países, conta com cerca de 2400 jornalistas/cameraman, e cerca de 16.000 funcionários em 94 países. Em 1849, o imigrante de alemães, Paul Julias Reuters, iniciou a transmissão de informações de cotações de ações entre Aachen e Bruxelas via pombo-correio.

Riksbank: Banco Central da Suécia. Primeiro banco central do mundo. Em 1931, após paralisar a troca de ouro com a Inglaterra, uma crise financeira assolou a Suécia porém, em uma semana foi implementado o objetivo de inflação, e foi o país que conseguiu sair de uma crise mais rápido na história.

Rollover: Sistema que permite o adiamento do dia de liquidação, tendo como base a diferença de juros entre duas moedas.

RSI (Relativie Strenght Index): Índice de Força Relativa. Calculado sobre os movimentos de alta e de baixa de alguns dias passado procurando medir um ritmo do mercado. Medido de 0% a 100%, geralmente indicando que a moeda foi vendida em excesso quando abaixo de 30% ou comprada em excesso quando acima de 70%.

TOP

S

S & P: Standard & Poor’s. Forte empresa de classificação americana. Junto com a Moody’s são as maiores empresas de classificação do mundo. Fundada em 1860 por Henry B. Poor, a empresa relatava o desenvolvimento da situação financeira da sociedade americana aos investidores europeus. Em 1906 criou a empresa Standard Statistics e iniciou a proporcionar informações sobre as empresas americanas. Posteriormente a empresa gráfica Poor’s se fundiu com a Standard Statistics formando a Standard & Poor’s Corporation.

Samurai Bond: Títulos de empresas ou governos estrangeiros emitidos dentro do Japão e em ienes. Os juros e a liquidação acontece toda em iene, portanto sem risco da cotação cambial.

Safeguard: Dispositivo de emergência para conter a importação repentina aprovado pelo acordo da WTO. O Safeguard Normal somente é aceito quando há um grande risco de prejudicar a produção nacional, sendo passível todos os produtos inclusive os agrícolas, porém apresenta várias regras. O Safeguard Especial é aplicado somente aos produtos agrícolas taxados pelo imposto aduanário, o valor ou volume que ultrapassa repentinamente o nível do acordo, automaticamente o Safeguard é acionado, sendo que o país exportador não tem como acionar nenhum dispositivo para proteger sua exportação.

SEK: Swedish Krone, Coroa Sueca. A Suécia faz parte da União Européia porém, não adotou a moeda única euroéia. Em 14 de setembro de 2003 foi levado à votação pública sobre a adesão ao euro, porém foi recusado com 55.9% dos votos contra e 42.0% a favor. A Suécia é um país neutro e dentre os 25 integrantes da União Européia é um dos poucos que não teve a experiência da guerra do século 20 e do fascismo. Devido à isso não dependeu da colaboração dos países europeus que vivenciaram a guerra, e sem esse fator em sua história atualmente trabalha negativamente à adesão do euro como moeda.

Settlement: Ato de trocar a moeda efetivamente no dia da liquidação.

Settlement Price: Valor pelo qual é avaliada uma operação. No mercado forex, normalmente é utilizado o último valor no encerramento do mercado de Nova Iorque.

SFR: Franco Suíço. Moeda da Suíça. Usualmente é usado a sigla CHF. Somente o Banco Federal da Suíça pode emitir as cédulas do Franco Suíço. Há em circulação aproximadamente 270 milhões de cédulas que 3 vezes em 2 anos são recolhidas e colocadas a teste pelo Banco Federal para comprovar se não são falsas. A disposição da figura na cédula é em posição vertical, tornando-a uma cédula muito peculiar. Suiça, em latim, se dizia Confederatio Helvetica por isso a abreviação também é utilizada como “CH”.

SGD: Singapour Dolar, Dólar de Singapura. A República da Singapura conseguiu sua independência em 1965 e é um dos exemplos de desenvolvimento entre os países do Sudeste Asiático. Na segunda metade da década de 60 começou o Centro Financeiro da Singapura, que hoje é um dos centros financeiros mais importantes da Ásia. Os serviços financeiros respondem por 11% do PIB do país.

Shogun Bond: Títulos de empresas ou governos estrangeiros emitidos dentro do Japão e em moeda estrangeira. Os juros e a liquidação acontece toda em moeda estrangeira, portanto passível do risco da cotação cambial.

Short Position: Manter uma posição de venda de certa moeda.

Smithsonian Agreement: Acordo de cotação fixa feito entre os 10 países mais desenvolvidos no Museu Smithsonian em Washington, Estados Unidos. O percentual de troca entre o dólar e ouro mudou de 35 dólar por onça para 38 dólares, desvalorização de 7.89% do dólar, frente ao iene o dólar caiu de 360 ienes para 308 (16.88%), e a margem de oscilação permitida passou de 1% para 2.25%. Porém, mesmo esse tratado, não foi suficiente para frear a piora da balança internacional entre os Estados Unidos e Inglaterra, e foi extinto em apenas dois anos. Em 1973 os principais países mais desenvolvidos adotaram o sistema de câmbio flutuante.

Speculation: Especulação. Operação que não representa a necessidade em si. Operação com objetivo de lucrar na diferença entre a compra e a venda.

Spot: Uma vez concretizada a operação no câmbio, a moeda estrangeira é entregue pelo valor acordado em 2 dias úteis. Esse tipo de operação se chama “Spot”. Também é conhecido como “mercado á vista”. Normalmente a cotação Spot indica a cotação interbancária.

Spot Rate: Cotação á vista. Mercado á vista. Normalmente o Spot Rate se refere à cotação interbancária.

Spread: Diferença entre os valores de compra e venda de uma moeda. Junto com a comissão, representa um custo nas operações.

Square: Quando um banco mantém o mesmo volume de compra e venda de uma moeda, ocorrendo um equilíbrio, ou seja, Lucro=Prejuízo.

Standard & Poor’s: S & P. Forte empresa de classificação americana. Junto com a Moody’s são as maiores empresas de classificação do mundo. Fundada em 1860 por Henry B. Poor, a empresa relatava o desenvolvimento da situação financeira da sociedade americana aos investidores europeus. Em 1906 criou a empresa Standard Statistics e iniciou a proporcionar informações sobre as empresas americanas. Posteriormente a empresa gráfica Poor’s se fundiu com a Standard Statistics formando a Standard & Poor’s Corporation.

STG: Sterling, Libra Esterlina. GBP(British Pound), moeda da Inglaterra. O nome correto é Sterling Pound e significa Pound de Prata Pura. Pound era uma unidade de peso usada na Roma Antiga (Pondus). Por volta do ano 760, 1 Pound (Libra) de prata era possível fabricar 240 Penny. Em 1816 se iniciou a fabricação de cédulas e assim foi eliminado o uso da prata porém foi mantido a unidade de peso cujo símbolo era “L” e transformado em “£”. A partir de meados do século 19 foram iniciadas as operações de transmissão eletrônica via “Cabo” para cotações, etc, sendo esse motivo que a Libra Esterlina também é chamada de “Cable” no mercado de câmbio.

Stochastics: Estocástico. Análise desenvolvida por George Lane. Avalia a última cotação em relação as oscilações de determinado período. Indica a compra em excesso ou venda em excesso dentro dos níveis de 0% a 100%, significando o teto ou piso da cotação.

Stop Loss: Controle de risco máximo aceitável em uma operação. Ponto onde é liquidada uma operação para se evitar um prejuízo maior.

Stop Order: Pedidos para controle de risco.

Summer Time (Daylight Saving Time): Sistema de adiantar 1 hora sobre o horário normal para melhorar o aproveitamento da luz do sol durante o verão, reduzindo o consumo de energia elétrica. Atualmente aplicado em 70 países. Nos Estados Unidos o horário de verão se inicia no primeiro domingo de abril e termina no último sábado de outubro. Nos principais países europeus se inicia no último domingo de março e termina no último sábado de outubro. Nos Estados Unidos há opção de não adotar o horário caso a região não queira, contanto que seja aprovado no congresso. Em função disso, o Arizona e o Hawai não adotam o horário de verão.

Support: Suporte, apoio. Termo de uso técnico que indica um nível onde a cotação deve encontrar uma certa dificuldade para passar para baixo.

Swap: Significa troca. Implica na troca de juros entre duas moedas. Foi criado em 1981 entre a IBM e o Banco Mundial na troca de juros entre o dólar americano e o franco suiço.

Swap Point: Valor da diferença do juros Swap entre duas moedas. Compra de moeda de juro alto/venda de moeda de juro baixo, implica no recebimento do juro. Ao contrário, a venda de moeda de juro alto/compra de moeda de juro baixo, implica no pagamento do juro.

Systemic Risk: Se uma instituição financeira, por falência ou outro motivo, ficar impossibilitada de aplicar o sistema de compensação, poderá ter conseqüências nas empresas relacionadas causando a deficiência de compensação e risco de perda em todo o sistema financeiro. Esse é chamado de risco do sistema.

TOP

T

Tankan: Resultado de pesquisa e enquete feita pelo Banco do Japão 4 vezes ao ano com fim de prever a tendência da economia. A pesquisa acontece nos meses de março, junho, setembro de dezembro e seu resultado no início de abril, início de julho, início de outubro e meados de dezembro. O percentual positivo ou negativo das empresas confiantes na economia determinar esse índice, que também pode afetar o mercado de câmbio.

Tax Haven: Offshore. Região favorável no ambiente de impostos às pessoas estrangeiras (não-residentes). Haven significa, ao pé da letra, porto ou local de refúgio, em português Tax Haven seria traduzido como paraíso fiscal. Lugares como Suiça, Luxemburgo, Ilhas Cayman, Bermudas, etc.

TB (Treasury Bills): Títulos nacionais de curto prazo. Começaram a ser emitidos no Japão desde fevereiro de 1986. O prazo de amortização pode ser de 3 meses, 6 meses ou 1 ano. O valor de face  pode ser de 4 tipos: de 10 milhões, 50 milhões, 100 milhões ou 1 bilhão de ienes. A operação deve ser múltipla de 10 milhões de ienes.

T-Bond (Treasury Bond): Títulos públicos americanos. Títulos americanos.

Technical Analysis: Análise técnica baseada em valores passados para prever os valores futuros. Análise realizada sobre o gráfico. Muito utilizada em Forex.

Tertiary Sector Activity: Atividade do Setor terciário. Dentre as três grandes divisões das indústrias, tudo que é produzido fora do setor primário e secundário. Inclui a indústria de luz, gás, água, transportes, comunicações, comércio varejista e atacadista, alimentos, finanças, seguros, imóveis, serviços, etc. No Japão é responsável por 75% de todo o setor industrial. O Setor Primário compreende a caça, pesca, agropecuária, etc. O Setor Secundário compreende a siderurgia, manufaturas, construções, etc.

THB: Thai Baht, Baht Tailandês. Moeda corrente da Tailândia. A partir de meados da década de 80 a economia tailandesa apresentou um grande desenvolvimento econômico repentino baseado em capital interno, porém expandiu o déficit de sua conta corrente. O grande aumento de títulos ruins proveniente do estouro da bolha causou uma forte pressão para desvalorização do Baht, e em julho de 1997 a adoção do câmbio flutuante permitiu uma forte desvalorização da moeda local e ocasionou uma crise financeira. Recebendo ajuda do FMI e da sociedade internacional, atualmente está em fase de recuperação econômica.

TIBOR (Tokyo Inter Bank Offered Rate): Cotação oferecida entre os bancos no mercado offshore de Tóquio. Pela cotação indicada pela parte que empresta o capital no mercado de Tóquio, é definido um juro base para o ajuste financeiro entre as instituições. Esse juro é chamado TIBOR.

Tick: Proveniente do inglês, referência ao som de “Tic” do relógio. Significa um espaço extremamente curto de tempo; pouquíssimo tempo. No mercado de câmbio, se refere ao preço naquele instante. Tick-Chart é o gráfico que utiliza o sistema de mostrar a cotação durante um espaço muito curto de tempo.

TIFFE (Tokyo International Financial Futures Exchange): Bolsa internacional de futuros financeiros de Tóquio. Fundada em 1989 especialmente para negociação de derivativos financeiros. São negociados os contratos futuros do dólar/iene, juros Swap, etc.

Títulos extrangeiros: Títulos emitidos pelo governo ou pessoa jurídica de um país estrangeiro. Além de quem emite, é considerado título extrangeiro dependendo da moeda e do local de emissão.

TOPYX (Tokyo Stock Price Index): Índice das ações da bolsa de Tóquio que demonstra a evolução dos preços demonstrados a partir de 1969. O Índice Nikkei compreende 225 ações, enquanto o TOPYX demonstra o preço de todas ações de primeiro nível da bolsa de Tóquio.

Trade Balance: Balança Comercial. Balança de entrada e saída de produtos do país. A balança comercial pode apresentar superávit ou déficit, e ainda, dependendo ao aumento/diminuição do superávit ou aumento/diminuição do déficit, também causa influencia na cotação das moedas

Trend: Movimento para uma direção, vista a longo prazo. Tendência.

Trend line: Linha de tendência. Linha traçada sobre o gráfico, onde fica clara as margens de oscilação, servindo como suporte e resistência.

TTB (Telegraphic Transfer Buying Rate): Valor estabelecido pelo banco para ser comprado do cliente.

TTM (Telegraphic Transfer Middle Rate): Valor base para definir o TTB e o TTS. Normalmente fixado pelos bancos as 10:00 da manha.

TTS (Telegraphic Transfer Selling Rate): Valor estabelecido pelo banco para ser vendido ao cliente.

TWD: Novo dólar de Taiwan; NT$. Taiwan apresenta forte resistência em se integrar a China. Têm um bom desenvolvimento econômico, onde a atual nível de renda supera até mesmo a Coréia do Sul.

Twin Deficit: Déficit Gêmeos. Referente aos déficits da conta-corrente e orçamentário, em especial ao americano. Na década de 80 os Estados Unidos diminui seus impostos e aumentou os gastos com defesa, provocando a alta do déficit orçamentário, com perda de força na concorrência internacional, a balança comercial americana também passou a apresentar déficit, diminuindo a confiança no dólar pelos déficits gêmeos, e o dólar caiu bruscamente após o Acordo de Plaza. No governo de Clinton se conseguiu uma reforma porém, no ano fiscal de 2003, no governo Bush, alcançou déficits recordes devido aos gastos contra terrorismo, guerra e diminuição dos impostos. O apetite dos consumidores provocou alta nas importações e elevou o déficit da conta-corrente até seus níveis históricos mais alto.

Two-Way Cotation: Ato de passar o valor de compra e de venda para que o cliente decida qual das duas operações deseja realizar.

TOP

U

Unemployment Ratio: Taxa de desemprego. Percentual de desemprego entre as pessoas que podem trabalhar, mas não tem emprego.

UN (United Nations): ONU, Organização das Nações Unidas. Organização para manter a paz mundial criada após a segunda guerra mundial. Desenvolvida a partir da Carta das Nações Unidas em 24 de outubro de 1945. Para prevenir guerras, resolução de paz para conflitos internacionais, entre outros, procura manter a estabilidade e a paz na sociedade internacional. Têm ainda como objetivo desenvolver a cooperação entre os países para resolver problemas de caráter humano, cultural, social e econômico. Atualmente conta com 191 países-membros, o Japão se associou em 1956 e o Brasil em 1945. Sede em Nova Iorque.

TOP

V

Valor indicado: Quando houver compra de uma determinada moeda por um valor mais baixo que o da cotação atual ou venda por um valor mais alto que o atual. Neste caso, é necessário indicar um prazo de validade.

Verbal Intervention: Intervenção verbal. Tentativa de inverter a tendência da cotação sem colocar dinheiro no mercado, apenas atuando verbalmente.

Volatility: Volatilidade. Percentual de oscilação da avaliação patrimonial demonstrado anualmente. Previsão de percentual de oscilação da cotação. Quanto maior a volatilidade o valor do prêmio para aquisição de opção também aumenta, por outro lado, quando a volatilidade é baixa o prêmio também é baixo.

TOP

W

Wall Street: Nome da rua no extremo sul da ilha de Manhattan, em Nova Iorque, EUA. Centro financeiro/acionário do mundo. Estão concentrados grandes bancos, corretoras, além do Federal Reserve Bank (Banco Central Americano) e da Bolsa de Valores de Nova Iorque. No século 17 imigrantes holandeses construiram uma parede de defesa com toras de madeira para se proteger dos índios ou imigrantes de outros países, daí o nome Wall Street (wall=parede, street=rua). Em 17 de maio de 1792, 24 líderes na intermediação de ações se reuniram e decidiram cada uma das regras que regiriam a negociação de ações, em 1817 foi construído o local de negociações, e posteriormente se tornou o coração financeiro dos Estados Unidos.

Wall Street Journal: Publicação diária da empresa Dow Jones especializado em economia. Um dos poucos jornais distribuidos nacionalmente, ocupa o segundo lugar após o USA Today. Em 1882, 3 jovens editores escreveram um informativo e começaram a distribuir aos leitores em Wall Street. A primeira edição foi publicada em 8 de julho de 1889, vendio por 2 cents. Atualmente 1 edição custa 1 dólar. Assinatura anual por 175 dólares. Não é publicado aos sábados e domingos. Em número de impressões está em 3º lugar, em 1º lugar vem o New York Times e também custa 1 dólar por edição.

Won: Korean Won, Won Coreano, KRW. Moeda popular da Coréia. Após a eliminação da faixa de oscilação quebrada pela influência da crise asiática, a cotação mantém oscilação limitada desde dezembro de 1997. A cotação veio se valorizando após a crise asiática, devido a estabilidade apresentada pela economia local e recuperação nas exportações, e pouco a pouco ganhando mais importância no mercado.

World Bank: Banco Mundial. Instituição financeira que oferece suporte aos países.

World Trade Center: Maior edifício de Nova Iorque destrído por atentado terrorista em 11 de setembro de 2001. Era composto por duas torres de 110 andares e 4 pavilhões menores. Dentro do complexo estavam instaladas 1200 empresas, trabalhavam 50 mil pessoas e recebiam 200 mil visitas diárias. O prédio 1 (Torre Norte) foi atingida por um avião às 8:45 e caiu às 10:28. O prédio 2 (Torre Sul) foi aintigdo às 9:03 e caiu às 10:05. Houve grande queda do dólar. No dia 12, os Departamentos financeiros competentes dos Estados Unidos, Europa e Japão injetaram uma grande quantia de capital no mercado, no total de 118.2 bilhões de dólares (aproximadamente 14 trilhões de ienes). A bolsa de valores de Nova Iorque foi fechada e reaberta no dia 17 apresentando uma queda de 684.81 dólares (7.13%), fechando em 8,920.70. Maior margem de queda da história.

WTO (World Trade Organization): Organização Mundial do Comércio. Instituição internacional que visa a promoção do livre comércio sem discriminação, reforçando a função do GATT (General Agreement on Tariffs and Trade). Acordado em 1994 na 8ª Rodado do Uruguai e criado em 1995. Sede em Geneva, Suiça. Atualmente conta com 148 países/regiões integrantes.

TOP

Y

YEN: Iene, JPY. Moeda japonesa. Criada na nova lei de moeda de 1872 (Ano 5 da era Meiji) e chamada de “YEN”(leitura japonesa: EN). Em 1900 1 dólar americano equivalia a 2 ienes, entre a 1ª e a 2ª Guerra a moeda se desvalorizou até 4 ienes. Após os estragos da Guerra e em meio à inflação, em março de 1950, 1 dólar equivalia a 620 ienes. Após isso a cotação fixa de 1 dólar a 320 ienes terminou em 1971 com o Nixon Shock e passou a ter um câmbio flutuante desde 1973.

Yen Appreciation (Endaka): Valorização do iene. Queda do dólar em relação ao iene. Para adquirir um dólar fica sendo necesário um volume menor de ienes.

Yen Depreciation (Enyasu): Desvalorização do iene. Alta do dólar em relação ao iene. Para adquirir um dólar fica sendo necessário um volume maior de ienes.

TOP